O processo de criação de um roteiro é bem mais complexo que um texto jornalístico, seja ele de um documentário ou ficção. Além da pesquisa sobre o tema, é preciso formular uma premissa, roteirizar a história e por aí vai. Após todo este processo, seu primeiro roteiro está pronto e você agora quer se arriscar e vender sua ideia. Mas, por onde começar?

O primeiro passo é registrar o roteiro na Biblioteca Nacional antes de mostrar alguém para não ter dor de cabeça depois. Não é difícil encontrar roteirista que teve sua ideia de roteiro copiado por outra pessoa, já que que o autor do roteiro roubado não teve como provar o plágio.

Este problema aconteceu pois o roteirista não tinha registrado a obra autoral ainda e não tinha nenhuma outra prova documental de que ele era o autor verdadeiro. Pra você evitar esse tipo de coisa é muito simples e fazer isso pode te dar uma garantia no futuro caso seja necessário.

Acredite no mundo da TV existe muita gente mal intencionada e que pegam o crédito de idéias alheias pra si mesmo na maior cara de pau. Lembre-se: sua ideia vale ouro, o mundo é movido por idéias e as pessoas valorizam muito elas 😉

Vamos ao que é necessário

O registro de cada roteiro completo (independente do numero de páginas) na Biblioteca Nacional custa R$ 20,00 e deve ser pago através deste link ou diretamente (e somente) na banco do Brasil com os seguintes dados:

Pagamento direto no Banco do Brasil
Transição: 210
Opção: 7
Cliente: Conta Única do Tesouro Nacional
Identificador: 1:3.440.423.420.928.8306
Valor (R$):20,00

Feito o registro, você precisa que seu roteiro esteja com as páginas numeradas e rubricadas (pequena assinatura) pelo autor da obra. Em seguida imprima e preencha o Formulário de requerimento de registro ou averbação.

Qualquer dúvida em relação ao preenchimento, leve o formulário no dia em que for registrar pessoalmente que o pessoal da Biblioteca Nacional te ajuda (me ajudaram quando eu fui).

Não Esqueça de Levar

Como toda burocracia, é necessário levar a cópia de alguns documentos, são eles o RG, CPF, Comprovante de Residência e o Comprovante original de pagamento da GRU (Boleto). Após essas etapas completas, vá a Biblioteca Nacional mais perto de você, com todos os documentos e registre seu novo roteiro.

Em 90 dias você recebe em casa seu número de protocolo do registro e pode ter certeza de que você está protegido de alguém que queira usar a sua ideia sem pagar pela sua criatividade e esforço.

Lembrando que, caso não possa se dirigir pessoalmente à Sede ou a um dos Postos Estaduais dos Escritórios de Direitos Autorais (EDA), a DOCUMENTAÇÃO COMPLETA deverá ser enviada por SEDEX ou Carta Registrada para a sede do EDA no Rio de Janeiro, que fica na Avenida Presidente Vargas, 3131 – Sala 702 – Cidade Nova, Rio de Janeiro – RJ, CEP 20030-120.